Exclusivo!

Sentença em Sergipe, 23 dias; na Bahia, 28 meses

Quando os vereadores de Poço Verde Emilio de Jesus Souza, o Dii de Nilo, secretário de obras, Amaury Batista Freire, atual secretário d...

Novidade

terça-feira, 6 de junho de 2017

Moradores de Umbuzeirão sofrem com agrotóxicos

Moradores de Umbuzeirão, em Poço Verde, sofrem com agrotóxicos (foto: J. Trindade)
     Em reportagem de Melissa Diniz, do portal UOL, ficamos sabendo que cada brasileiro consome 7 litros de agrotóxicos por ano. Certamente, os moradores da localidade de Umbuzeirão, município de Poço Verde, devem estar consumindo muito mais. O povoamento fica ao lado da propriedade do agricultor Arnaldo Araújo, que usa constantemente agrotóxicos. Segundo informações da estudante Josefa Joilma, uma moradora que vive ao lado da propriedade do sr. Arnaldo, Dona Iolanda, passou muito mal e chegou a ser hospitalizada em Poço Verde. Também as crianças apresentam muitos sintomas típicos do excesso de agrotóxicos e três delas foram parar no hospital.   
     A reportagem de Melissa afirma que o pensamento comum é de que frutas, legumes, grãos, cereais e outros alimentos naturais viram um banquete de nutrientes e vitaminas que se transformam em mais saúde para o corpo. Seria perfeito mesmo, não fosse a presença de ingredientes adicionados à grande maioria deles ainda na terra: os agrotóxicos. E é exatamente isso que faz o Sr. Arnaldo Araújo, e quase todos os agricultores. Em épocas de inverno generoso, a produção de milho em Poço Verde é a maior do estado de Sergipe e o uso de agrotóxicos tem ajudado na produção. Ocorre que, quando o ser humano é afetado, a história tem que mudar. 
Dois cães já morreram vítimas dos agrotóxicos (foto: J. Trindade)
     Estas substâncias químicas são usadas aos montes na agricultura brasileira, a tal ponto que, desde 2008, o Brasil ocupa o posto de campeão mundial no uso de agrotóxicos para manter as pragas longe das lavouras, segundo dados do Ibama. Só que, além de matar pragas, o veneno também mata pessoas e animais. O estudante José da Trindade Silva informa que dois cães já morreram e um está muito doente. "É claro que as pessoas estão sendo contaminadas e é preciso fazer algo urgente.", disse José. 
     Se de um lado o agronegócio progride com a garantia de colheitas sem prejuízos, por outro nos tornamos consumidores de substâncias desconhecidas, muitas delas consideradas, inclusive, cancerígenas. Um levantamento da Fundação  Oswaldo Cruz aponta que cada brasileiro consome, em média, 7 litros desse veneno por ano. Isso é a realidade do consumidor final do produto. Agora, e quem mora ao lado? Os moradores de Umbuzeirão querem uma solução rápida das autoridades.

Rede realiza encontro estadual em Seabra

Encontro muito animado da Rede em Seabra (foto: Landisvalth Lima)
     A Rede Sustentabilidade da Bahia realizou mais um encontro estadual. Desta vez, a cidade escolhida foi Seabra, na Chapada Diamantina. Lá a Rede fez a maior bancada de vereadores do país, exatamente quatro edis, e também elegeu o prefeito municipal, Fábio Miranda, que obteve votação esmagadora, 16.280 votos, ou coisa em torno de 68% dos votos. O encontro ocorreu no Hotel Nélios, bem na entrada da cidade, às margens da BR 242. Neste encontro, além de Júlio Rocha e Iaraci Dias, coordenadores regionais e porta-vozes, marcaram presenças o coordenador de organização nacional, Tácius Fernandes, e a ex-senadora por Alagoas, Heloísa Helena.

Prefeito Fábio Miranda - Rede (foto: Landisvalth Lima)
No sábado, 03 de junho, o encontro pela manhã serviu para a formação de novos filiados, coisa que o partido não abre mão. Pela tarde, após almoço, aconteceu o Encontro do Elo Estadual. A abertura foi feita por Júlio Rocha, que saudou os presentes e anunciou Tácius e Heloísa. O evento se prolongou até as 22 horas, findando com uma reunião com as mulheres, com o objetivo de aumentar a participação feminina no processo eleitoral. Mais uma vez estava a incansável Heloísa Helena. 
     Durante o encontro, o partido aprovou dois documentos, um da nacional e outro da estadual. O primeiro trata da ênfase na questão das Diretas Já, da cassação da chapa Dilma/Temer e no reforço ao nome de Marina Silva. No documento do Elo Estadual há aprovação da indicação de participação do processo eleitoral em 2018 com lançamento de chapa própria em todos os níveis, como alternativa aos dois grupos hegemônicos na Bahia.
     Ana Dalva no Elo Estadual
Heloísa Helena e Ana Dalva (foto:Landisvalth Lima)
A vereadora Ana Dalva teve o seu nome aprovado para integrante do Elo Estadual da Rede, na Comissão Executiva. A vereadora de Heliópolis fez questão de agradecer a confiança e disse que o fundamental para o crescimento do partido é a união de todos. "Precisamos nos conhecer mais e dialogar melhor." resumiu.
     Caio Ramos, de Alagoinhas
     O senão do encontro foi um suposto apoio do vereador da Rede, em Alagoinhas, Caio Ramos, que manifestou apoio numa rede social ao candidato Bolsonaro. Para evitar um julgamento precipitado, o encontro aprovou Moção pedindo maiores informações sobre o acontecimento ao próprio vereador. Só depois o Elo Estadual tomará as medidas necessárias. Caso seja confirmada a notícia, o vereador pode ser expulso do partido.
     Tácius Fernandes
Júlio Rocha fala entre Heloísa e Fábio Miranda, ladeados de Iaraci,
Meirinha, Tácius e Ana Dalva
(foto: Landisvalth Lima)
O coordenador de organização nacional, Tácius Fernandes, fez um breve relato da situação nacional e mostrou como andam as conversas entre a Rede e outros partidos. Disse que já há um diálogo com o PPL - Partido Pátria Livre, o PSB - Partido Socialista Brasileiro, e um início de conversa com o PPS - Partido Popular Socialista, aguardando que este saia definitivamente do governo Temer. Tácius deixa claro que, o fato de Marina Silva ser a única que pode derrotar Lula num provável segundo turno, está provocando uma onda petista de desconstrução do nome da ex-ministra do meio ambiente. "É preciso combater este tipo de política e a Rede não pode aceitar calada." disse.
     O próximo encontro da Rede será em outubro, na cidade de Valença. Nas próximas postagens, entrevistas com Heloísa Helena, Júlio Rocha e a vereadora Meirinha, de Irecê.  
     Para ver mais fotos do encontro, dê um clique AQUI.

segunda-feira, 5 de junho de 2017

Marina Silva é internada

Marina Silva sentiu fortes dores no abdômen ( foto:@brazilconference/Facebook)
     A ex-ministra e ex-senadora Marina Silva (Rede) está internada desde sábado no Hospital Brasília, na capital federal, em decorrência de fortes dores abdominais, segundo comunicado publicado por sua assessoria nas redes sociais.
     “Durante a última semana, Marina Silva sentiu fortes dores na região abdominal e no sábado, 3 de junho, por recomendação médica, foi internada para realizar exames e monitorar o andamento do seu quadro clínico no Hospital Brasília”, afirma a nota.
     De acordo com a assessoria, o “diagnóstico da causa ainda encontra-se em fase de investigação” e Marina está aos cuidados do médico Luis Augusto Bianchi. “Contamos com o apoio e orações de todos para que sua recuperação aconteça rapidamente”, diz o comunicado, que ressalta que “Marina já apresenta melhoras”.
     “Neste dia tão especial, o Dia Mundial do Meio Ambiente [comemorado nesta segunda-feira], Marina reforça a importância de nos mantermos alertas na defesa do desenvolvimento sustentável, do pleno funcionamento das instituições e da nossa democracia”, afirma a nota. Marina ganhou notoriedade internacional pela defesa de causas ambientais e foi ministra do Meio Ambiente no governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) entre 2003 e 2008.
     Terceira colocada nas eleições presidenciais de 2014 e 2018, Marina ainda não se decidiu se vai disputar novamente a eleição em 2018.
     ( José Benedito da Silva.VEJA.COM)